o seu sítio de poesia

BUSCA SONETO

RIMADOR

SONETOS FAMOSOS
SONETOS MEUS
SONETOS SEUS
COMUNIDADE
HISTÓRIA
RIMADOR
PARA OUVIR
SONETO-ARTE
COMO ESCREVER
LIVRO DE VISITAS
SONETOS NO MUNDO
SOBRE ESTE SÍTIO

Acesse também o Twitter do sítio!
Estamos agora no Facebook! Procure pelas comunidades Sonetos e SONETOS.com.br!
J. G. de Araujo Jorge

Biografia do(a) autor(a) não disponível.

SONETOS

SONETO 1: "Dedicatória" Este meu livro é todo teu, repara que ele traduz em sua humilde glória...

SONETO 2: "A Dor Maior" Não quis julgar-te fútil nem banal e chamei-te de criança tão-somente,...

SONETO 3: "A Espera" Ela tarda... E eu me sinto inquieto, quando julgo vê-la surgir, num vulto...

SONETO 4: "A Luz" Ela veio...( E a minha alma tinha a porta aberta, e ela entrou...Casa vazia...

SONETO 5: "A Vida" I "...Mudarás, todos mudam, e os espinhos com surpresa verás por todo lado,...

SONETO 6: "A Vida" II ". . Tem sido assim e assim será... Mais tarde o que hoje pensas chamarás...

SONETO 7: "A Vida" III "... A vida é assim, segue e verás, - a vida é um dia de esperança, um l...

SONETO 8: "A Vida" IV "...A vida é assim, uma ânsia... feito a vaga que se ergue e rola a espum...

SONETO 9: "A Vida" V Isso tudo nos dizem, - entretanto nós dois seguimos braços dados, cre...

SONETO 10: "Alvorada Eterna" Quando formos os dois já bem velhinhos, já bem cansados, trôpegos,...

SONETO 11: "Amargura" Só podes me ofertar o silêncio e a amargura, - meu pobre amor de ti só es...

SONETO 12: "Amo!" Amo a terra! Amo o sol! Amo o céu! Amo o mar! Amo a vida! Amo a luz! Amo as ...

SONETO 13: "Amor... De Mentiras..." I Eram beijos de fogo, eram de lavas, e sabiam a sonhos e am...

SONETO 14: "Amor... De Mentiras..." II Eram brancas as mãos, brancas e puras, mãos de lã, de pel...

SONETO 15: "As Razões..." Quando passas por mim depressa, indiferente, e não me dás sequer, um ...

SONETO 16: "Assim..." Assim foi nosso amor... um sonho que viveu de um sonho, e despertou na re...

SONETO 17: "Barco Perdido" Oh! a vida é uma grande renúncia, partida em pequenos fragmentos, to...

SONETO 18: "Bilhete" O teu vulto ficou na lembrança guardado, vivo, por muitas horas!... e em m...

SONETO 19: "Boa Noite" Boa noite, meu amor, - diz boa noite, querida, vou deitar-me, e sonhar c...

SONETO 20: "Bom Dia, Amigo Sol!" Bom dia, amigo Sol! A casa é tua! As bandas da janela abre e e...

SONETO 21: "Caminheiro" Eu ando pela vida à procura de alguém que saiba compreender minha alma ...

SONETO 22: "Caminho Monótono" E por que hei de negar?...Ah! o encanto da estrada abrindo em cad...

SONETO 23: "Canto Efêmero" Feliz no mundo eu só!... Ninguém mais é feliz! Ninguém mais é feliz!...

SONETO 24: "Canto ou Elegia" Porque não me pertences eu te sinto minha. Sei que estou no teu so...

SONETO 25: "Carta" Aqui, tudo é bonito e quieto, a gente vai vivendo uma vida sempre igual......

SONETO 26: "Cartas" Vou correndo buscá-las - são tão leves! mas trazem a minha alma um grande e...

SONETO 27: "Cheguei Tarde" Cheguei tarde, bem sei...E após minha chegada foi que eu vi, afinal,...

SONETO 28: "Ciúme" Encontro em ti tudo o que imaginara na mulher, para ser o meu ideal; - ...

SONETO 29: "Classicismo" Longínquo descendente dos helenos pelo espírito claro, a alma panteíst...

SONETO 30: "Colegial" Gosto de vê-la, assim... Quando à tarde ela vem fisionomia suave, ingenua...

SONETO 31: "Coração Solitário" A noite esta fechada na janela aberta. Uma rua perdeu-se na somb...

SONETO 32: "Dedicatória" Este meu livro é todo teu, repara que ele traduz em sua humilde glória...

SONETO 33: "Depois ..." Há de ser desta vez... Dir-lhe-ei contente todo este amor que no meu Se...

SONETO 34: "Derradeira Inspiração" Este é o último verso onde talvez a tua imagem seja percebid...

SONETO 35: "Descida" O que tinha de ser já foi... E está perdida aquela ânsia de espera, de des...

SONETO 36: "Desfolhando" Essa boca, pequena, e assim vermelha, que ao botão de uma rosa se asse...

SONETO 37: "Digo que Esqueço..." Creio que te esqueci... de agora em diante já não há nada entr...

SONETO 38: "Dois Caminhos..." Eu queria te dar minha emoção mais pura, associar-te ao meu sonho...

SONETO 39: "Dois Ramos" É preciso coragem, meu amor. para afinal reconhecer que vamos nos ...

SONETO 40: "Domínio" Hoje, tu já não coras se te abraço, hoje, tu já não foges ao meu beijo......

SONETO 41: "Dualidade" Sei que é Amor, meu amor...porque o desejo o meu próprio desejo tão viol...

SONETO 42: "Dueto" Bendita sejas tu, que escancaraste uma janela em minha solidão, e troux...

SONETO 43: "É Assim a Vida" Poderias ter sido tudo em minha vida se ao menos tu tivesses deseja...

SONETO 44: "Ela..." À beleza tão pura do semblante, à luz sublime que há nos olhos dela, -...

SONETO 45: "Enquanto Dormes" Não consigo dormir... A meu lado, ressonas em completo abandono, t...

SONETO 46: "Espera..." Se tivesse mandado uma palavra: -"espera!" Sem mais nada, nem mesmo expl...

SONETO 47: "Esperar" Quanta gente há que sofre o mal sem cura de uma infinita e vã desesperança...

SONETO 48: "Espiritualidade" É no sonho que o amor engrandece o seu mundo para morrer depois no...

SONETO 49: "Esquecimento" Mais tarde em tua vida, um dia, hás de tentar revolver da memória est...

SONETO 50: "Essa Aritmética..." Antes, eu era apenas metade de um Ser, a pervagar sem rumo cert...

SONETO 51: "Está Cheio de Ti meu Coração..." Está cheio de ti meu coração como a noite de estre...

SONETO 52: "Esta Saudade" Esta saudade és tu... E é toda feita de ti, dos teus cabelos, dos teu...

SONETO 53: "Estranha Encruzilhada" Não sei por que cruzou com a tua a minha estrada, o destino ...

SONETO 54: "Exaltação ao Amor" Sofro, bem sei...Mas se preciso for sofrer mais, mal maior, ext...

SONETO 55: "Existo" Seu amor me fez real, e me deu sentido da alegria de ser, total, completame...

SONETO 56: "Fatalismo" Se eu for contar, hão de sorrir talvez... - é o fim de um grande amor s...

SONETO 57: "Fim" Nem foi mesmo preciso que você falasse, era um pressentimento antigo dentro de...

SONETO 58: "Fraqueza" Espero-te... E sei bem que eu só que te espero... Aqui me tens... Constan...

SONETO 59: "Freira" Em teu calmo semblante e em teu olhar parado há perdido - bem sei - um mist...

SONETO 60: "Frustração" Persegui-a com as mãos, como uma criança a um brinquedo. Era um sonho; ...

SONETO 61: "Fuga" Amo um lugar assim, amo os lugares onde há montanhas, selvas, passarinhos......

SONETO 62: "Fui Gostar de Você" I Fui gostar de você, - isso foi quando julguei que ainda podia ...

SONETO 63: "Fui Gostar de Você" II Fui gostar de você - facilitei no poder de seus olhos... Que ...

SONETO 64: "Fui Gostar de Você" III Fui gostar de você... Eu, que dizia: - jamais hei de gostar!...

SONETO 65: "Gata Angorá" Sobre a almofada rica e em veludo estofada caprichosa e indolente como...

SONETO 66: "História Antiga" Vendo-a, fico a pensar que entre nós, certo dia... Mas, para que f...

SONETO 67: "ILHA" Eis-me completamente só em plena vida, sem uma amor sequer à vista, sem ningu...

SONETO 68: "Imprevidência" Vamos seguindo assim, desprevenidamente a brincar com o Destino... e...

SONETO 69: "Incerteza" Desde a manhã tristonha em que partiste que não posso pensar senão em ti...

SONETO 70: "Incoerência ?" Achas-me indiferente... e até crês que há desdém quando falo de amor...

SONETO 71: "Inconstância" É o meu destino: - hei de seguir assim como um novo amor por sol, em ...

SONETO 72: "Insatisfeito" Quem ler os versos meus onde há certa tristeza e certo desencanto sua...

SONETO 73: "Lágrima" Orvalho do sofrer - dentro do peito nasce e nos olhos em pranto sem querer...

SONETO 74: "Linda" Intimamente sinto uma grande vontade de não mais duvidar do que você me diz...

SONETO 75: "Linhas Paralelas" Compreendemo-nos sempre incompreendidos, como dois orgulhosos, s...

SONETO 76: "Maldade" Tu podes ser igual a todo o mundo teres defeitos mais que toda a gente,...

SONETO 77: "Mascarados" Mascarados os dois. Eu, mascarado na hipocrisia com que levo a vida,...

SONETO 78: "Menina dos Olhos Verdes" Ó! menina dos olhos verdes, que à tardinha estás sempre à ...

SONETO 79: "Mentira..." Tanta cousa passou... E, no entanto, vivemos noutros tempos, felizes, c...

SONETO 80: "Meu Calvário" Ando sempre a seguir-te... a buscar-te distante como a visão que anse...

SONETO 81: "Meu Céu Interior" Se esses teus olhos, no meu livro, imersos, encontrarem diversas ...

SONETO 82: "Meu Coração" Eu tenho um coração - um mísero coitado ainda vive a sonhar... ainda s...

SONETO 83: "Milagre de Amor" Que mimporta, meu amor, a poesia que tanto te preocupa porque a fi...

SONETO 84: "Mulher" "Já é demais! - me disseste - o teu ciúme é irritante e há de acabar na cer...

SONETO 85: "Namorados" Um ao lado do outro, - assim juntinhos, mãos enlaçadas num enlevo infind...

SONETO 86: "Noite" Há na expressão do céu um mágico esplendor e em êxtase sensual, a terra está...

SONETO 87: "Noiva" Ei-la toda de branco. Aos pés, o imenso véu como em flocos de espuma, espalh...

SONETO 88: "Núpcias Pagãs" Braços dados, nós dois, vamos sozinhos... O teu olhar de encantament...

SONETO 89: "O Lago do Cisne" Foram meus olhos, duas asas tontas que ao teu redor, como ao redor...

SONETO 90: "O Verbo Amar" Te amei: - era de longe que eu te olhava e de longe me olhavas vagame...

SONETO 91: "Palavras" Ah! como me parece inútil tudo quando sobre nos tenho escrito e hei de ai...

SONETO 92: "Par Constante" Dia dois... uma festa... Era o mês de janeiro... Festa da minha vida...

SONETO 93: "Passional" És lânguida e amorosa quando estás sozinha e em teu corpo perfeito este ...

SONETO 94: "Pecadores ..." Ali - no canto escuro do jardim não havia o menor sinal de gente......

SONETO 95: "Pensando Nela" Neste instante em que escrevo, estou pensando nela, longe de mim, no...

SONETO 96: "Piano de Bairro" Na rua sossegada onde moro, - à tardinha, quando em sombras o céu ...

SONETO 97: "Por Quê ?" Foi tudo uma surpresa, tudo de repente, talvez nenhum de nós saiba expli...

SONETO 98: "Por Que Falar De Amor ?" I Sonhei fazer-te minha só: - rainha! Quiseste ser apenas c...

SONETO 99: "Por Que Falar De Amor ?" II Não compreendias, quando o ciúme num egoísmo de amor te ...

SONETO 100: "Por Que Falar De Amor ?" III Se era preciso ser assim ferido para ter-te em meus bra...

SONETO 101: "Pouso" Pervaguei muito tempo a procura de um pouso como alguém que batesse em vão d...

SONETO 102: "Prece" Bendita sejas tu em meu caminho! Bendita sejas tu, pela coragem com que...

SONETO 103: "Prelúdio da Gota d' água" Cheio da tua ausência me angustio a cada hora que passa.....

SONETO 104: "Pressentimento" O fim do nosso amor pressenti - na agonia das tuas próprias cartas,...

SONETO 105: "Psicologia" Foi hoje que notei: - em nosso face a face encontrei teu olhar, e assi...

SONETO 106: "Que Hei de Fazer ?" Por certo havia rastros e pegadas pelos caminhos onde me perdi,...

SONETO 107: "Razões..." I Pensarás que é mentira e é no entanto verdade - mas me afasto de ti, p...

SONETO 108: "Razões..." II Quando passas por mim depressa, indiferente, e não me dás sequer, um s...

SONETO 109: "Renúncia" Quero-te muito, muito - o nosso amor é belo, bem o sei, mas não o mereço....

SONETO 110: "Retorno Inútil" Voltaste - e nos teus olhos novamente havia aquela úmida luz que eu...

SONETO 111: "Romantismo..." Quisera repousar desta vida de agora, e esquecer no silêncio a dor q...

SONETO 112: "Sensual" Ainda sinto o teu corpo ao meu corpo colado; nos lábios, a volúpia ardente...

SONETO 113: "Sofrer por Sofrer..." Parti. Quis te deixar abandonada às lembranças do amor que no...

SONETO 114: "Solidão" Um frio enorme esta minha alma corta, e eu me encolho em mim mesmo: - a so...

SONETO 115: "Solitário" Longe de ti, do mundo - solitário. sem o riso das falsas alegrias v...

SONETO 116: "Sonetinho" Não tenho jeito pra trova apesar das que já fiz a quadra lembra uma...

SONETO 117: "Soneto" Bom o tempo que ficou, - amei-te na alegria de uma tarde azulada e linda de...

SONETO 118: "Soneto à Tua Volta" Voltaste, meu amor... enfim voltaste! Como fez frio aqui sem te...

SONETO 119: "Soneto Ao Nosso Encontro" Desenrolam-se as curvas do caminho à proporção que aos po...

SONETO 120: "Sonetos para Maria Helena" Tu que por crenças vãs a Vida arrasas e ante o espelho n...

SONETO 121: "Sorrio..." Ah! vieste me falar de antigamente desse tempo em que fui sentimental,...

SONETO 122: "Suprema Ironia" Não digas que não sofro - o meu sofrer profundo com um sorriso nos ...

SONETO 123: "Supremo Orgulho" Nunca soube pedir...Nunca soube implorar... Nasci, tendo este org...

SONETO 124: "Surpresa" Começamos assim: - eu, tendo em mente fingir gostar apenas: namorar, ...

SONETO 125: "Tão Simples este Amor ..." Tão simples este amor nasceu... Nós nem notamos que era ...

SONETO 126: "Tarde Demais" Crescemos sempre assim, unidos - desde crianças vivemos como irmãos, ...

SONETO 127: "Timidez" Eu sei que é sempre assim, - longe dela imagino mil versos que não fiz mas...

SONETO 128: "Tonta..." Dizes que ficas tonta... quando em tua boca ergo a taça da minha a transb...

SONETO 129: "Tua Carta" A carta que escreveste é a oração que repito todas as noites, sempre, an...

SONETO 130: "Tudo Esqueço..." Tudo posso esquecer em minha vida inquieta e livre como uma enxurr...

SONETO 131: "Tudo... Nada..." É isso mesmo a vida, - eu que tenho ao meu lado a espera do prime...

SONETO 132: "Último Vestígio" Tu deves te lembrar: aquela casa antiga entre o verde bambual e a ...

SONETO 133: "Uma Palavra, Um Gesto..." Não quiseste, - ou quem sabe? ... vacilaste na hora em qu...

SONETO 134: "Uma Resposta" Não sabes a alegria em que fiquei ao ler o que escreveste - o teu car...

SONETO 135: "Vaidade" Tua vaidade é como um deus antigo exige sacrifícios aos seus pés... O...

SONETO 136: "Vencido" Bem que te quis dizer as palavras mais duras, gritar que te desprezo... qu...

SONETO 137: "Vingança..." I Ontem eu a possuí ... e você não é minha! Paradoxo talvez, mas tudo a...

SONETO 138: "Vingança..." II Quero sentir-te nos meus braços presa e dizer bem baixinho ao teu o...

SONETO 139: "VINHO" Do amor tu não dirás: provo, mas não me embriago, que não basta provar para ...

SONETO 140: "Volúpia" Quisera te associar à pureza e à candura quando pensasse em ti... Mas a em...

ENVIAR SEU SONETO

INDICAR O SÍTIO

SONETOS + VOCÊ

Quer ganhar um protetor de tela com belas imagens em meio a sonetos de Camões e entrar para o mundo dos sonetos? Cadastre-se na Comunidade.

¨¨¨

Quer anunciar, divulgar seu livro, produto ou serviço? Envie um e-mail para cá.
© 2002-2010 Bernardo Trancoso. Todos os direitos reservados.