o seu sítio de poesia

BUSCA SONETO

RIMADOR

SONETOS FAMOSOS
SONETOS MEUS
SONETOS SEUS
COMUNIDADE
HISTÓRIA
RIMADOR
PARA OUVIR
SONETO-ARTE
COMO ESCREVER
LIVRO DE VISITAS
SONETOS NO MUNDO
SOBRE ESTE SÍTIO

Acesse também o Twitter do sítio!
Estamos agora no Facebook! Procure pelas comunidades Sonetos e SONETOS.com.br!
SEUS SONETOS

Os sonetos enviados a SONETOS.COM.BR serão publicados nessa página. SONETOS.COM.BR não se responsabiliza pelo seu conteúdo. Para ver aqui a sua obra, clique na opção à direita ENVIAR SEU SONETO.

SEU LIVRO

Selecione um autor abaixo para ver as suas obras reunidas (entre parênteses, o número de sonetos enviados de cada um deles). Continue escrevendo e enviando sonetos para ter o seu próprio livro virtual!
Eis que surge a poesia... (Mais de 8000 sonetos enviados!)

Página: ANTERIOR PRÓXIMA

SONETO 15114: Sou o teu namorado (Soneto a Rachel Keka) Amar-lh... Como o teu namorado; em vida forte. Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15113: SONETO A CESÁRIO VERDE – In Memoriam – Falecimento... bém fenômenos da natureza... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15112: TÓPICO FINAL ! Nas tuas mãos geladas, tópico fina... moroso louvor, tua presença. ARMANDO A. C. GARCIA

SONETO 15111: O PONTO ESCURO... Divirto-me hoje co’uma divertic... agagem... a triste saudade. ARMANDO A. C. GARCIA

SONETO 15110: PARECE QUE FOI ONTEM... Nos beijos que te não dei... vezes o desejo me aprouvera ARMANDO A. C. GARCIA

SONETO 15109: DEFINIÇÃO DO AMOR! O AMOR É A SUBLIMIDADE DA VIDA... DE QUERER, A QUEM SE QUER. ARMANDO A. C. GARCIA

SONETO 15108: TRÁGICO AMOR ! DESFRALDAVAM-SE OS ÚLTIMOS RAIOS D... DENTE NO TRAJETO INACABADO ! ARMANDO A. C. GARCIA

SONETO 15107: A RODA DA FORTUNA SOB O SOL, CLAUDICANTE CAMINHAV... A HAVIA REDIMIDO SUA USURA ! ARMANDO A. C. GARCIA

SONETO 15106: É Preciso Falar... É preciso falar do que não há,... bia, é que sabe avessar sabedoria. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15105: Se Não Me Vens... Se não me vens, a ti, nega, me ... , que para estar conosco teve pés. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15104: Cabra de peia À você que de homem não tem nada, N... tu não passas de um bundão... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15103: Se O Silicone Sobe... Se o silicone sobe na cabeç... da o seu ressentimento com a vida. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15102: Soneto Profilático Ah! Mil e quatrocentas bactéri... vou usar camisinha até na língua. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15101: Inútil Eu não posso esquecer... Não posso não! É ... rizes de quem já foi usado... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15100: Comentarios Você deve chamar-me de idiota Por lem... avamos a própria sepultura... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15099: Um passado Um passado que fere,sem talvez, Que ma... ha alma mil marcas deixou... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15098: GIUSEPPE VERDI – SONETO – In Memoriam - Porto Aleg... do as mais altas emoções... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15097: EU AMO MINHA SOGRA DE PAIXÃO. A minha sogra é um... nimigo Merece ser genro desse dragão! Bruno Tadeu

SONETO 15096: SONETO À MODA ANTIGA - em 17.7.2011 - Porto Alegre... alta, então, experiência... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15095: SONETO A LUIZ OTÁVIO – In Memoriam – Dia do Trovad... menagem de sua nostalgia... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15094: AS CAVERNAS DO RONCADOR Labirintos incríveis, mis... ara o reino dourado das minervas; Samuel Balbinot VER LIVRO

SONETO 15093: A gata De uma onça com a altivez,o porte, Chegou ... padeço com o silêncio dela... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15092: O aniversário da minha irmã Quero-te o amor; como... o-te o coração; como os meus traços. Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15091: O aniversário da minha irmã Quero-te o amor; como... o-te o coração; como os meus traços. Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15090: Havia As Éguas Mansas... Havia as éguas mansas de... — deixava um pouco para outro dia. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15089: A Beleza Da Vida... A beleza da vida é não se ter... a, é um estar e já ter ido embora. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15088: Pra você,Cida Este lábio carnudo e sensual, O con... não torna o que é fantasia... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15087: Verdade A verdade tem o hímen complacente — ningu... a fé que sempre esteve na Verdade. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15086: A visita E o monstro que vi como visita, Mostra b... exo ela está morta de fome... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15085: Pela Net Uma vida sem graça...Um quitinete Onde s... que um dia ela inda vai ter? jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15084: Detalhes De manhã cedo, como um ritual, Ela manda... tempo por nós era escrita... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15084: Detalhes De manhã cedo, como um ritual, Ela manda... tempo por nós era escrita... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15083: Reage Reage,amigo, do degráu não desce! Nem sempr... reage, meu irmão, rasteja... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15082: SONETO DE MARIA Teus olhos negros lindos e mister... lável no teu beijo. Francisco Edson do Nascimento VER LIVRO

SONETO 15081: CARPE DIEM (A BREVIDADE DA VIDA) A vida, amiga, é... breve quanto o dia. Francisco Edson do Nascimento VER LIVRO

SONETO 15080: EDUCAR VERSUS TRANSMITIR Pseudo-autoridade, mecân... está orquestrando. Francisco Edson do Nascimento VER LIVRO

SONETO 15079: Vida E a vida o que é? Uma ilusão? ... - te amo - a mais fingida ... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15078: A cigana Tinha um brilho de faca em seu olhar, Mi... calma... a paz... o juizo... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15077: A mulher que eu amo Ela é séria, bonita, bem char... ouca destes meus versinhos... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15076: Soneto do amor e sexo Nua, como se fosse o meu de... mbe o rabo, fazendo-me o amor forte! Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15075: Soneto do amor e sexo Nua, como se fosse o meu de... mbe o rabo, fazendo-me o amor forte! Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15074: Soneto do maior prazer Nua, devoro-te a fome sem ... e que os teus corpos já nos correm. Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15073: SONETO - em 13.7.2011 - às 9h54min. - Porto Alegre... s sonhos em que fui feliz ! IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15072: I Maldito o Prometeu, ladrão da pena, que, em tem... depõe a pena e trata de entender. A. F. Godinho

SONETO 15071: Decisão (Soneto) Quase me feriu de morte então...... o fundo do nosso coração. jose aparecido botacini

SONETO 15070: Mar na partida, mar na chegada. Mar… tu abriste n... aixão mar na partida, mar na chegada. Pinhal Dias

SONETO 15069: Lei do retorno Entre as coisas que não são conced... bumerangue por nós atirado... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15068: Eu preciso saber Eu preciso saber onde encontrar ... mais tempo pra retroceder... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15067: Parabéns pra você Mais um ano passou!...E o calen... dia te fez com tanto amor... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15066: O compasso O compasso me falta, a voz me cala, O ... r e mais sujo dos carinhos... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15065: Atriz da Internet Exposta a indecentes comentário... a de uma atriz da Internet... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15064: Soneto a Krisztina Veronica Temesvári Desfaz agor... o colhido em solo agreste. Eduardo Ferrari Pompeo VER LIVRO

SONETO 15063: SONETO - em 12.7.2011 - Porto Alegre - RS - às 10h... ação que sofre sem coragem. IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15062: Certas cenas Hoje com Roseane no mercado, Ela ent... ar certas cenas do passado... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15061: Valioso Tempo dos idosos. Os triunfos da vida foi... nredos Esse valioso tempo dos idosos… Pinhal Dias

SONETO 15060: SONETO - Porto Alegre – RS, 11 de julho de 2011,às... foi de uma sereia bela !... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15059: SONETO - Porto Alegre – RS, 11 de julho de 2011,às... foi de uma sereia bela !... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15058: Mil amigos Mil amigos no Orkt ela arranjou, Seu p... l amigos... estava sozinha... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15057: Comentários Tanto amor foi jurado, tanto, tanto, ... ovem, mais moço do que ela... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15056: Uma Maria Ela um dia também já foi Maria Mais de ... de santa só trazia o nome... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15055: Dia a dia E a segunda chegou... Desempregada Acor... vezes na vida ele acertou... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15054: Sonetinho de amor Amo-te, só tu e eu... Sem ciúme... do talho... Amo-te! Quer no galho!? Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15053: Cidinha Casarin (2) Quando tudo acabado parecia, ... eço até o que é felicidade... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15052: Na transa Frente a frente na cama se deitavam, Su... louca ela punha-se a mexer... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15051: Quando Caíres, Nega... Quando caíres, nega, cai d... nos, seu charme de traído-traidor. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15050: Salomão De Salomão invejo-lhe as mulheres, não o ... quando Jesus cede lugar a Cristo. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15049: Prosélitos Extirparam-lhes os laços de familia, S... aqueza ou lavagem cerebral... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15048: SONETO A AUGUSTO MEYER - In Memoriam - Falecimento... imortal para nossa geração ! IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15047: Os insensiveis Falta a eles um gesto de ternura, ... mpo, nem se lembram quando... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15046: SONETO - Em 9.7.2011 - Porto Alegre - RS - Tristez... rar as nossas cicatrizes... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15045: Casar É Hoje Um Luxo... Casar é hoje um luxo fidu... a a dois, o que há é união doente. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15044: Os Teus Peitos Trotando... Os teus peitos trotand... a o vale a fungar, fungar gostoso. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15043: Foram Momentos Bons... Foram momentos bons, de en... uma cômoda... a não mais findar... Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15042: A cigana De vez em quando,não sei pelas tantas, E... agem triste daquela cigana... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15041: Com A Palavra Dou Forma... Com a palavra dou form... a palavra a vida é mais que morta. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15040: Não Raro, Nós Guardamos... Não raro, nós guardamo... a canção de uma prístina alegria. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15039: Lamento No meu verso que fiz, tão inspirado, Quis... minha amizade lhe faz mal... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15038: Tira Da Chuva, Nega... Tira da chuva, nega, o teu... do é que ama e aplaude o arlequim. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15037: Bem Que O Tempo Podia... Bem que o tempo podia en... ros — gozávamos o atempo regalado. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15036: Não sou amor!? (À morte do coração) O que a musa ... nho! Sem fé! Do meu sangue ao licor. Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15035: SONETO A LAURINDO RABELO – In Memoriam – Nasciment... em que se pode ser feliz... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15034: Davi E Urias Terias o desplante de levar uma cart... — Davi, o mesmo que matou Golias. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15033: Quantas Vezes Te Ouvi... Quantas vezes te ouvi a ... Canaã com seus méis e o bom xerez. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15032: Vale Dos Florais Pelo teu rosto plácido e macio, ... orais onde garimpo todo santo dia. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15031: A Barba Do Padre Era Sexy A mentira no amor é uma... mais gostosa e farta a ejaculada. Laerte Antônio VER LIVRO

SONETO 15030: SONETO A ARTHUR AZEVEDO – In Memoriam – Nascimento... iante pela mesma estrada... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15029: CIDADE DO ARCO-ÍRIS Continente encantado… vejo o ... a Civilização que ali nos espera; Samuel Balbinot VER LIVRO

SONETO 15028: UM FUTURO DISTANTE Vossas bombas atômicas nefasta... so mundo, um mundo sem assombros; Samuel Balbinot VER LIVRO

SONETO 15027: MENSAGEM DO MESTRE AO ALMIRANTE Uma suave voz me ... hima E Nagasaki a bomba sem sina; Samuel Balbinot VER LIVRO

SONETO 15026: REVELAÇÕES DO ALMIRANTE BYRD Tudo o que escrevo a... É digna de ver a terra escondida; Samuel Balbinot VER LIVRO

SONETO 15025: QUANDO TE VI PASSAR Havia luz antes de um fato es... mais amores. Menestrel Desornado e/ou José Nilton

SONETO 15024: SONETO A SÃO FRANCISCO DE ASSIS – Nascimento em 5 ... ia, de luz e de ternuras... IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15023: O adeus Sem ofensas, sem brigas, xingamentos, Sem... última vez que nos falamos... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15022: Soneto da Doce Menina (Bela Flor) Ser a flor mais... l És tão ardente, já vês o meu lume. Lucas Munhoz VER LIVRO

SONETO 15021: Essa coisa Nunca mais, meus amigos...Nunca mais! ... a coisa que chamam coração... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15020: Trapaceado Esse que passa por aí, senhores, Já fo... isa e outra coisa escreve... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15019: SONETO A GIUSEPPE GARIBALDI – In Memoriam – Nascim... ão que já viu na História ! IALMAR PIO SCHNEIDER VER LIVRO

SONETO 15018: Mal incurável É um mal incurável, com certeza, Um... ou encerre o meu caminho... jose riomar de melo VER LIVRO

SONETO 15017: A BENÇÃO DO AMOR O que há de ma... ira bem digna e caridosa! Clarisse Barata Sanches VER LIVRO

SONETO 15016: A DOCE AMIZADE Amigos leais, eu os co... ezes, se canta ao Senhor! Clarisse Barata Sanches VER LIVRO

ENVIAR SEU SONETO

INDICAR O SÍTIO

VERSOS

"Eu canto porque o instante existe / e a minha vida está completa / Não sou alegre nem sou triste: / Sou poeta..."
(Cecília Meireles)

¨¨¨

"Por isso, não se meta a exigir do poeta / Que determine o conteúdo em sua lata / Na lata do poeta tudonada cabe / Pois ao poeta cabe fazer / Com que na lata venha caber / O incabível..."
(Gilberto Gil)

¨¨¨

"O poeta é um fingidor. / Finge tão completamente / Que chega a fingir que é dor / A dor que deveras sente..."
(Fernando Pessoa)

© 2002-2010 Bernardo Trancoso. Todos os direitos reservados.